Securcredi – Mediação de Seguros, Unipessoal, Lda

Certificados de aforro vs. certificados de tesouro: qual escolher?

26.06.2024
Certificados de aforro vs. certificados de tesouro: qual escolher?

A escolha entre certificados de aforro e certificados de tesouro deve basear-se nos objetivos financeiros pessoais.

 

Quando se trata de poupança e investimento, os certificados de aforro e os certificados de tesouro são opções bastante procuradas em Portugal. Embora ambos sejam investimentos seguros, existem diferenças a considerar. Na MaxFinance, estamos disponíveis para ajudar a analisar o perfil de investidor de cada cliente e a selecionar a opção que melhor se adequa às suas necessidades financeiras.

Os certificados de aforro são títulos de dívida pública, com risco nulo e elevada liquidez, emitidos pelo Estado português e geridos pela Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP), são ideais para quem procura um investimento seguro com liquidez moderada, podendo ser resgatados a qualquer momento, após três meses. Os certificados de tesouro são, igualmente, instrumentos de dívida pública de médio a longo prazo, destinados a investidores que podem manter o capital imóvel por mais tempo (5 a 10 anos), em troca de uma rentabilidade superior e que procuram vantagens fiscais, que geralmente estão associadas aos juros destes certificados.

A principal diferença é a liquidez e a estrutura das taxas de juro. Os certificados de aforro oferecem maior liquidez e resgates antecipados, sem perda significativa de juros, enquanto os certificados de tesouro exigem um compromisso de longo prazo, são investimentos seguros, mas os certificados de aforro têm uma rentabilidade variável, tal como a taxa Euribor, o que pode ser um risco em períodos de baixa. Já os certificados de tesouro, com taxas fixas, oferecem maior previsibilidade, mas exigem a imobilização total do capital por mais tempo.

 

VANTAGENS DOS CERTIFICADOS DE AFORRO

Rentabilidade

Indexados à taxa Euribor a três meses, acrescida de 1%. Historicamente têm oferecido um rendimento superior à inflação, protegendo o poder de compra dos investidores.

Segurança

São garantidos pelo Estado. Apresentam um risco muito baixo.

Acessibilidade

Podem ser subscritos com valores mínimos.

 

VANTAGENS DOS CERTIFICADOS DE TESOURO

Rentabilidade

Taxa de juro fixa e progressiva ao longo do tempo.

Segurança

São garantidos pelo Estado. Apresentam um risco mínimo.

Benefícios Fiscais

Possibilidade de isenção de imposto sobre os juros, consoante a duração do investimento e da legislação vigente.

Diferenças e Riscos

De uma forma simples, ao comprar estes certificados é como se estivesse a emprestar dinheiro ao Estado e a receber juros em troca.

share